Essa semana, se inicia a primavera no hemisfério sul, e através da visão da Medicina Chinesa, as mudanças de estação nos influenciam bastante, sendo de muita importância, que nessa fase de transição entre cada estação, possamos nos observar para podermos perceber o que essa mudança pode gerar em nosso corpo, e como podemos nos cuidar, para que possamos aproveitar as influências positivas dessa passagem.

Para a Medicina Chinesa, cada estação do ano, é representada por um elemento, seus órgãos correspondentes, as emoções que o regem e suas características que podem nos ajudar a nos orientar pelos próximos meses.

Na primavera, o elemento em ação, é a Madeira.
A Madeira rege os órgãos: Fígado e Vesícula Biliar e a emoção que os envolve, é a raiva, a agressividade ou irritabilidade, além disso, a energia da Vesícula Biliar, promove a capacidade de tomarmos decisões com assertividade e planejamento para fluirmos com nossos objetivos.

A primavera, nos convida para um movimento de expansão, pois é quando a nossa energia vital cresce, procurando abrir caminho em busca do sol, como uma árvore com seus brotos. No inverno, o movimento foi de interiorização, então, foi uma fase em que guardamos energia para assim, despontar como um broto cheio de motivação para o nosso desenvolvimento na estação seguinte.

Agora então, é um momento de abertura, de se colocar ao mundo e ir atrás do seu sol.

A primavera, estimula os nossos processos criativos, sendo uma fase de recomeços e criações.

Pelo olhar oriental, os chineses sempre fazem acupuntura, principalmente na troca de estações, que é quando precisamos nos adaptar às mudanças decorrentes dessa transição.

Para esse momento, a acupuntura pode ajudar a equilibrar o que vem à tona nesse processo nos ajudando a direcionarmos a energia de agressividade que a Madeira possui, de uma forma produtiva e canalizada em propósitos criacionais. Sendo também bem interessante para o fortalecimento de nosso Fígado e de nossa Vesícula Biliar.

Algumas dicas para essa fase:

  • Faça mais atividades ao ar livre, passeios em parques, campos abertos, lugares em que sinta a energia da natureza e possa captar esse Qi (energia) para você, se abastecendo dele.
  • Escrita terapêutica, para esse momento em que naturalmente teremos mais idéias ou insights. Use um caderno e anote tudo o que vier a sua cabeça. Pode não fazer sentido no primeiro momento, mas pode ser útil no futuro.
  • Terapia Floral pode ser uma grande aliada para esse processo, na ajuda para canalizar qualquer irritabilidade que vier à tona ou para o excesso de pensamentos que pode acontecer nessa estação.
  • Procure se alimentar bem, buscando alimentos de natureza morna, com movimentos ascendentes, como brotos e folhas verdes. Evite o consumo de muita gordura ou comidas fritas e excesso de proteínas, para não forçar o seu fígado.
  • Evite se expor ao vento, que pode enfraquecer bastante o meridiano do Fígado, gerando torcicolos, tensões musculares ou dores articulares. Essa é uma fase em que isso pode ser comum.
  • Pratique atividades físicas, se possível, ao ar livre, para aproveitar toda a energia da primavera.
  • Faça atividades que estimule a sua criatividade, como pintar, desenhar, tocar algum instrumento musical, dançar…algo que te dê prazer e te faça desenvolver novas linhas de pensamento.
  • E se puder, claro, faça acupuntura.


Desejo que a sua primavera seja muito expansiva, criativa e cheia de bons projetos.

Bom florescimento para todos nós.